sábado, 18 de novembro de 2017

Recibos verdes que ganhem até 27 mil euros não terão de justificar despesas em 2018

Resultado de imagem para Recibos verdes que ganhem até 27 mil euros não terão de justificar despesas em 2018
Os 'recibos verdes' com rendimentos anuais de até "cerca de 27 mil euros" não terão de justificar despesas suportadas na atividade ao abrigo das novas regras do regime simplificado de IRS, segundo o Governo.

De acordo com uma nota ontem divulgada pelo Ministério das Finanças, nem todos os prestadores de serviços terão de justificar parte das despesas para beneficiarem totalmente das deduções ao seu rendimento tributável.
Lusa

Associação de vítimas dos incêndios avança judicialmente contra o Estado

Resultado de imagem para Associação de vítimas dos incêndios avança judicialmente contra o EstadoA Associação das Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal, criada no distrito de Coimbra, está mandatada para avançar com uma ação coletiva contra o Estado se o Governo insistir em "medidas de apoio discriminatórias".

Vamos encetar um diálogo com o Governo e se a resposta não for positiva, em situação de igualdade nos apoios à agricultura e às empresas relativamente a Pedrógão Grande, não tenho dúvida nenhuma de que avançamos" com a ação, disse à agência Lusa o presidente da associação sediada em Oliveira do Hospital, Luís Lagos.

Criada após os fogos de 15 de Outubro, que mataram 45 pessoas na região Centro, a Associação das Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal, reunida hoje à noite em assembleia-geral, defendeu também a "desburocratização do apoio até 5.000 euros" para os pequenos agricultores.

Segundo Luís Lagos, as medidas tomadas pelo Governo que estão no terreno "são injustas e discriminatórias e distinguem as pessoas como portugueses de segunda e de terceira".

"Na indústria, o apoio é inferior ao atribuído na tragédia de há cinco meses atrás [Pedrógão Grande] e não há argumento nenhum que o justifique, porque há concelhos que foram atingidos em junho e agora, como é o caso da Pampilhosa da Serra", salientou.

O empresário e dirigente associativo questionou "qual o argumento para que uma empresa da Pampilhosa da Serra merecer agora um apoio inferior àquele que mereceu outra empresa na mesma Pampilhosa da Serra há cinco meses atrás".

"Porque é que a agricultura há de merecer um apoio inferior ao comércio e indústria? Não faz sentido nenhum, ninguém entende isso e, portanto, a nossa base negocial está aqui, de repor uma situação de igualdade no mesmo país", sublinhou Luís Lagos.

Para o presidente da Associação das Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal, "não faz sentido" que não haja "o mesmo apoio", pelo que vão ser já solicitadas audiências ao Governo, Presidente da República e partidos com representação parlamentar.

Caso as respostas não sejam positivas, Luís Lagos considerou que só resta uma alternativa à associação, que "é retirar o poder negocial ao Governo".

"Se o Governo não quer negociar, não quer falar, então retiramos-lhe a decisão e entregamo-la aos tribunais", frisou, acrescentando que já há um pedido para se nomear uma comissão técnica independente para avaliar estes fogos e também já se percebeu que em Pedrógão Grande os fogos aconteceram por incúria do Estado e aqui não temos dúvida de que o resultado será precisamente o mesmo", acrescentou.

A Associação das Vítimas do Maior Incêndio de Sempre em Portugal, constituída em Oliveira do Hospital, no distrito de Coimbra, propõe-se combater a interioridade e defender o mundo rural.

A associação conta com cerca de 300 associados, entre cidadãos e empresários dos vários concelhos afetados pelos incêndios de 15 de outubro, que, no distrito de Coimbra, causaram 24 mortos.

"Temos de fazer com que uma tragédia destas nunca mais aconteça e que o Estado assuma as suas responsabilidades, porque o que se passou foi incúria de vários governos", disse à agência Lusa, na altura, Luís Lagos.
Lusa

“Olhares Cruzados” dos Doentes Oncológicos de Portalegre


Um evento muito singular vai ter lugar na cidade de Portalegre, sábado 25 de Novembro.
Trata-se do encontro ”Olhares Cruzados” que visa reunir e ter em conta Experiências Partilhadas dos utentes da Unidade de Oncologia Médica (UOM) do Hospital Doutor José Maria Grande – Portalegre, uma unidade da ULSNA.
Com início marcado pelas 09.00 horas, tem palco agendado no auditório da ESTG – Escola Superior de Tecnologia e Gestão (sita na estrada para Estremoz, junto da Zona Industrial de Portalegre).
A sessão de abertura inclui um momento musical.
Segue-se uma parte denominada “Mitos e Impactos” que se debruçará sobre a nutrição na pessoa oncológica. Ainda de manhã actuará o grupo de cante alentejano “Os Lagóias”; haverá relatos “testemunhando a vida”; será apresentada a exposição “Uma carta, uma partilha”, bem como se destacam os espaços para workshops diversos.
Já de tarde, os destaques vão para a Acupuntura; o “Desconstruir e Construir” - o impacto da Imagem - com sessões de maquilhagem; o “Momento Zen” em que não faltarão actrações como Yoga, técnicas de relaxamento, aromaterapia e concerto com taças tibetanas.
O encerramento,pelas 17.00 horas, vai contar com a presença do Grupo CAEP Voices cuja actuação visa Celebrar a Vida.

O encontro destina-se aos utentes oncológicos e as inscrições são aceites na UOM do Hospital de Portalegre, sita no piso 7, e onde poderão ser obtidas mais informações.

Enviado por José Rui Rabaça

A-17, em Mira: Acidente com viatura na contra-mão

Resultado de imagem para A-17, em Mira: Acidente com viatura na contra-mão
Pouco antes do amanhecer, pelas 05:53 horas desta sexta-feira, os Bombeiros Voluntários de Mira foram acionados para um acidente em plena A-17.
Tudo seria normal, não houvessem  dois pequenos pormenores que vieram a fazer uma grande diferença neste incidente: o primeiro foi o de que o embate aconteceu entre um pesado de mercadorias e um ligeiro comercial... que seguia na contra-mão, em plena autoestrada, no sentido norte/sul. O segundo pormenor foi o facto de, ao chegarem ao local, os Bombeiros encontraram somente a carrinha, tendo o(s) ocupante(s) do ligeiro, abandonado o local para parte incerta!
As viaturas terão embatido apenas de raspão, tendo o ligeiro comercial ido de encontro aos rails da autoestrada, tendo ficado, naquele momento, imobilizado na via da esquerda.
Como consequência deste insólito acontecimento, o único ocupante do pesado de mercadorias ficou ferido de forma ligeira, não havendo necessidade de ser transportado ao hospital.
Estiveram presentes no local 1 ambulância dos BVM, 1 veículo de desencarceramento dos BVM, 1 ambulância dos Bombeiros de Cantanhede, 1 ambulância SIV, 1 viatura da GNR e 1 viatura da Concessionária da Autoestrada que, durante o percurso, também terá cruzado com o veículo que seguia em contra-mão, fazendo-lhe sinais para que notasse o erro.
O motorista do pesado de mercadorias terá dado informações à GNR no sentido de se saber como teria o ocupante da outra viatura, conseguido abandonar o local.
Mira Online

Onde posso doar sangue em Aveiro em 2018?

Todas as formas de divulgação possíveis são bem-vindas!

GNR retira à força homem barricado em supermercado em Poiares

A GNR deteve, esta sexta-feira à tarde, o homem que se mantinha armado no interior de um supermercado, desde a tarde de quinta-feira, em Vila Nova de Poiares, Coimbra.
Resultado de imagem para GNR retira à força homem barricado em supermercado em Poiares
Segundo apurou o JN no local, o homem foi retirado à força do supermercado, 24 horas depois de se ter barricado, e, de acordo com a agência Lusa, foi conduzido sob detenção ao Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra para avaliação psiquiátrica.
O porta-voz da GNR, Bruno Marques, disse que o homem foi detido após "a intervenção tática" dos militares da guarda, que culminou com a detenção do suspeito "em segurança", apesar de o homem "ter resistido à detenção".
A intervenção realizou-se, segundo Bruno Marques, "por motivos de segurança do próprio indivíduo", que tinha na sua posse duas armas e que terá tentado assaltar o supermercado na tarde de quinta-feira. O indivíduo não sofreu qualquer ferimento, pelo menos aparente, como resultado da operação.
Na intervenção tática, foram usadas armas não letais e a força física, afirmou o tenente-coronel Henrique Armindo, segundo comandante do Comando Territorial de Coimbra.
JN
Foto: Fernando Fontes / Global Imagens

Governo prorroga novamente o período crítico de incêndios

Resultado de imagem para Governo prorroga novamente o período crítico de incêndios
Após nova avaliação das condições meteorológicas, o Governo voltou a prorrogar o período crítico de incêndio, tendo em conta «a provável ausência de precipitação significativa».

Trata-se de uma circunstância que «promove a manutenção dos índices de perigo de incêndio em valores superiores aos típicos para a presente altura do ano», pode ler-se no despacho do Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel João de Freitas, publicado em Diário da República.

O documento determina que, «face ao exposto, considera-se prudente manter a adoção das medidas e ações especiais de prevenção de incêndios florestais, que decorrem durante o período crítico, no âmbito do Sistema de Defesa da Floresta contra Incêndios».

Por este motivo, «é prorrogado até 23 de novembro o período crítico no âmbito do Sistema de Defesa da Floresta contra Incêndios (…) por força das circunstâncias meteorológicas excecionais», pode ler-se no Despacho que entra em vigor a 17 de novembro de 2017.


Durante o período crítico de incêndios, nos espaços florestais ou agrícolas, é proibido:
• fumar, fazer lume ou fogueiras;
• fazer queimas ou queimadas; 

• lançar foguetes e balões de mecha acesa;
• fumigar ou desinfestar apiários, salvo se os fumigadores estiverem equipados com dispositivos de retenção de faúlhas;
• fazer circular tratores, máquinas e veículos de transporte pesados que não possuam extintor, sistema de retenção de fagulhas ou faíscas e tapa chamas nos tubos de escape ou chaminés.


NOITE DE EMOÇÕES NO DRAGÃO: PORTO SOFREU, MAS SEGUE EM FRENTE NA TAÇA DE PORTUGAL

Aos 89 minutos, os Dragões estavam a perder (1-2) em casa com o Portimonense, mas os golos de Aboubakar e Brahimi ditaram a reviravolta e a passagem à fase seguinte da Taça de Portugal.
O FC Porto segue em frente na Taça de Portugal depois de ter batido, esta sexta-feira, o Portimonense por 3-2 em partida da quarta eliminatória da prova, disputado no Estádio do Dragão.  Foi um jogo de emoções, depois de os azuis e brancos terem estado a perder até ao minuto 89.
Para este desafio, Sérgio Conceição apostou em Iker Casillas para a baliza do FC Porto, isto um mês e meio depois de o guarda-redes espanhol ter perdido a titularidade para José Sá.
O FC Porto marcou cedo, aos cinco minutos, por intermédio de Danilo Pereira. Alex Telles bateu o canto na direita com a bola a cair na pequena área, onde apareceu Danilo a encostar para inaugurar o marcador.
Depois de abrir a contagem, o FC Porto perdeu a concentração e o Portimonense aproveitou. À meia hora de jogo, em mais um bom lance coletivo da formação algarvia, com Nakajima a assistir Wellington, este apareceu nas costas de Alex Telles para fazer o empate, com Iker Casillas a ficar muito mal na fotografia.
No segundo tempo, o Portimonense entrou mais recuado no terreno e com maiores cautelas defensivas, enquanto o FC Porto pressionava alto, obrigando os algarvios a um jogo mais direto.
Aos 68 minutos, a formação orientada por Vítor Oliveira deu a volta ao marcador com o golo de Pedro Sá. Numa jogada de insistência, com a bola a sobrar para a entrada da área, onde apareceu Pedro Sá a encher o pé para marcar um golaço, sem hipótese de defesa para Casillas.
Aos 78 minutos, Felipe Macedo viu o segundo cartão amarelo e foi expulso, deixando o Portimonense reduzido a dez elementos. Vítor Oliveira mexeu logo na equipa e essa substituição foi feita de uma forma muito lenta, o que gerou protestos vindos da bancada. No meio da confusão, o treinador ‘rei das subidas’ também foi punido disciplinarmente.
Nos instantes finais, já com o nervosismo instalado no banco portista, Sérgio conceição foi expulso por indicação do auxiliar.
Sapo

Onde posso doar sangue em Aveiro em 2018?

Todas as formas de divulgação possíveis são bem-vindas!

Sonda Curiosity enviou informações discrepantes para a Terra


Posted: 17 Nov 2017 11:02 AM PST
Pesquisa feita pela sonda não encontrou carbonetos na superfície do planeta, elementos essenciais para as teorias que dizem que houve rios e lagos em Marte
 
Posted: 17 Nov 2017 03:48 AM PST
“Salvator Mundi” ficou desaparecido entre 1700 e 1958, e está bastante danificado com restaurações malfeitas
 
Posted: 17 Nov 2017 02:30 AM PST
Eu garanto que você vai se emocionar com as essas belas imagens da Terra, feitas a partir da Estação Espacial Internacional, ao cover da canção de Paul Simon “The Sound of Silence”, pela banda Disturbed
 
Posted: 16 Nov 2017 09:29 PM PST
Para combater doença rara, cientistas estão editando o DNA de um paciente dentro do corpo dele - se der certo, técnica pode ser usada em várias doenças
 

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Eu, Psicóloga | The Sinner: série mostra como o inconsciente influência nossas ações



"Até você se tornar consciente, o inconsciente irá dirigir sua vida e você vai chamá-lo de destino."Carl Gustav Jung. 

Produzida pela USA Network, casa de Suits e Mr. Robot, baseada no best-seller homônimo de Petra Hammesfahr, o drama The Sinner acompanha a jovem mãe Cora (Jessica Biel), que durante um ataque de raiva inexplicável, comete um ato de violência assustador – e, para seu horror, sem saber porquê

O investigador Harry Ambrose (Bill Pullman) é encarregado de descobrir um motivo, cada vez mais obcecado em entender as profundezas mesmo que esteja enterrado no inconsciente da moça, acaba desvendando segredos violentos que ela tenta manter no passado, longe dos olhos do mundo.

Para psicólogos de plantão a série é uma análise a cada capítulo. Isso porque a atriz consegue transmitir de uma forma envolvente  e clara como o inconsciente influencia as nossas ações e pensamentos, para o bem e para o mal. Todos nós temos desejos, temores, ideias preconcebidas que não sabemos exatamente de onde vêm, que não foram escolhas nossas e que simplesmente se manifesta.

As teorias de Sigmund Freud, são referenciais importantes para os estudos do inconsciente. Freud já defendia que apenas uma pequena fração das nossas memórias encontra-se ativada, demarcando os limites da consciência. Todas as demais estão em estado latente, ou seja, escondidas.

Uma das principais funções do inconsciente é manter o equilíbrio da nossa psique. É simplesmente impossível guardar todas as nossas experiências e ainda ter plena consciência delas. Para isso, existe o inconsciente.

Logo, o inconsciente é a nossa bagagem de memórias, um repositório que nos alimenta continuamente de imagens e símbolos. De vez em quando, o inconsciente interage com a consciência, o que pode ser bom ou ruim, dependendo de como lidamos com os resultados que essa ação nos traz. Quando uma associação entre memórias é muito forte, mas reprimida conscientemente, ela pode escapar ou vazar por meio de um ato falho ou mesmo de um sonho que expressa aquele conteúdo de forma direta ou indireta. Esse mecanismo explicaria, por exemplo, o fato de alguém dizer “tchau” em vez de “oi” a uma pessoa que acabou de encontrar e da qual não gosta muito.

Nesse ambiente inconsciente que a drama ocorre a protagonista comete um crime e não entende o que a motivou. Quando o detetive se propõe a ajudá-la ele começa a questionar o que aconteceu. Como ele não tem respostas do motivo, ele procura na hipnose a busca das memórias reprimidas para entender o ocorrido.

Nas sessões de hipnose , Cora começa a se lembrar do ocorrido , porém de forma distorcida. O inconsciente mostra as imagens, mas o conteúdo é tão pesado que para ela lidar ele o faz de doses homeopáticas. Mas não é através da hipnose que a cura vem. Por causa das lembranças distorcidas que Cora “se lembra”, o conteúdo não se encaixa, e oferece poucas pistas do motivo.

Apesar de Cora não ser lembrar totalmente do seu passado, a hipnose dispara aquilo que chamamos de processo terapêutico. Ela começa a sonhar , a reviver o seu passado até que a lembrança do real motivo vem à tona e o caso é solucionado.

A série dessa forma, nos mostra como o inconsciente é real e tem poder sobre nossos pensamentos e ações. Deste modo, perceber e analisar o inconsciente pode ser um caminho para minimizar distúrbios emocionais, pois é comum uma pessoa enfrentar um problema por anos, sem entender seu motivo, e a explicação estar em algo que ficou guardado no inconsciente. E, quanto mais acessado, maior a chance de ampliar a consciência e com isso agir de forma menos inconsciente possível.

Debora Oliveira
Psicóloga Clínica
CRP: 06/123470

Período crítico de Incêndios Florestais prolongado até 23 de novembro

Na sequência do email rececionado há minutos na Câmara Municipal, e emanado da Proteção Civil, informamos todos os munícipes de que foi prolongado até ao dia 23 de novembro, o período crítico referente ao risco de incêndios florestais.
Tendo em conta as condições atmosféricas excecionais previstas para aos próximos dias, caraterizado por temperaturas elevadas para esta época do ano e seca, é prolongado o período de adoção de medidas e ações especiais de prevenção de incêndios florestais.
Assim, e até 23 de novembro, é mantido o período crítico, pelo que até lá continua a ser proibido fazer queimas ou queimadas.

Queimas e Queimadas - Alerta




O Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas apela à sensibilização da população para o risco inerente à realização de queimas e queimadas.
Apesar de ter terminado o período crítico, as condições atmosféricas designadamente o tempo seco e as temperaturas altas para a época, exigem que se mantenham cuidados acrescidos com a realização destas práticas.
Assim, sensibiliza-se toda a população e, em particular, os agricultores, pastores, proprietários agrícolas/florestais para terem em atenção o risco de incêndio diário antes da realização de queimas de amontoados e queimadas extensivas.
Efetivamente, fora do período crítico, a permissão ou proibição destas atividades está dependente do risco de incêndio do Concelho, avaliado diariamente pelo IPMA e publicado no respetivo portal (www.ipma.pt/pt/ambiente/risco.incendio/) e no portal do ICNF www.icnf.pt/portal/florestas/dfci/risco-temporal-de-incendio
Mais informações sobre forma de executar, em segurança, queimas e queimadas:

Onde posso doar sangue em Aveiro em 2018?

Todas as formas de divulgação possíveis são bem-vindas!

Pinhal do Rei é uma “referência nacional” | Reflorestação participada pela população





O processo de reflorestação do Pinhal do Rei, cujo projeto está já em curso, vai contar com o envolvimento da comunidade do concelho da Marinha Grande. A garantia foi assumida pela presidente da Câmara, pelo Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural e pela Secretária de Estado do Turismo, na tarde do dia 16 de novembro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

A reunião entre os representantes das três entidades, que envolveu também o presidente e técnicos do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) foi convocada pela presidente da Câmara, Cidália Ferreira, com o intuito de dar a conhecer e debater o potencial turístico da Marinha Grande e a reorganização do Pinhal do Rei à luz da possibilidade de recuperação turística do património existente.

Cidália Ferreira explicou que pretende “articular tudo o que é necessário para, de uma forma consciente e científica, envolver a população no projeto de reflorestação, para melhor vivenciar a nossa mata”.

A intervenção dos dois governantes foi requerida pela presidente para dar conta das suas “preocupações com o Parque do Engenho para aí ser instalado o Museu Nacional da Floresta, com as casas das matas que podem ser utilizadas como unidades de alojamento turístico ou para instalação de serviços educativos, com os pontos de vigia” e outros como projetos ligados ao ecoturismo do Rio Lis, como ecopistas, reposição do percurso pedestre da Praia da Vieira, conclusão do estuarino, Centro de Interpretação Ambiental do Rio Lis, e a valorização da Arte Xávega.

A presidente Cidália Ferreira solicitou ainda articulação institucional e o cumprimento de prazos para as ações relacionadas com a reflorestação que se avizinham.

O Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel João de Freitas, destacou que “o trabalho que temos vindo a desenvolver junto do Município é importante porque a ideia que temos sobre o projeto do Pinhal do Rei tem de ser percebido e vivenciado pelas populações”. Além disso pretende “mostrar que estas populações não estão sozinhas no sofrimento que têm relativamente à questão do incêndio que assolou este território e que destruiu o Pinhal”.

Miguel Freitas revelou-se preocupado com o “impacto psicológico que vamos ter nesta população, quando começarmos a cortar o pinhal”, pelo que “vamos construir um projeto com a população”. 

A primeira iniciativa que carecerá do envolvimento da comunidade está previsto para dentro de duas semanas e consistirá na “estabilização de emergência, para corrigirmos o regime torrencial e não termos problemas nas linhas de água”.

Além disso, esta é a “oportunidade que temos de construir um projeto neste pinhal, que seja articulado com os vários ministérios, que seja florestal mas também social e que seja das pessoas”.

O Secretário de Estado recordou a necessidade imperiosa de programação de todas as ações, desde o plano de corte da madeira ardida, que se estima em cerca de um milhão de metros cúbicos, ao seu armazemamento e venda, daí que o Governo tenha definido o limite de quatro meses para a sua conclusão.

Miguel Freitas assumiu que “o Pinhal do Rei é uma marca importante para este território mas, acima de tudo, é uma referência nacional”.

A Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, informou que, “na sequência dos incêndios reforçámos um programa especial para as áreas ardidas, para dinamizar e olhar para o futuro e desenvolver projetos com foco no turismo”, cujo apoio pode ir até aos 400 mil euros por projeto.

Nesse sentido, deslocou-se à Marinha Grande para que, “num trabalho conjunto e articulado, identifiquemos quais são os projetos prioritários para intervir com o reforço deste programa” para a implementação de iniciativas que criem novidade, retomem projetos antigos e gerem novas formas de atração do território.

Ana Mendes Godinho afirmou que “a nossa preocupação tem sido procurar outro tipo de atrações como turismo de natureza e turismo cultural e aproveitar o património já existente transformando-o em ativo turístico em torno de produtos complementares”.

Após a reunião, os responsáveis visitaram as instalações do Parque do Engenho, que, há anos, é reclamado para sede do Museu Nacional da Floresta. A Secretária de Estado do Turismo disponibilizou-se para acompanhar o processo de definição do modelo de recuperação do Parque do Engenho, de forma a garantir a fruição pela população e pelos visitantes da Marinha Grande.

Festa Nacional das Eco-Escolas decorreu em Mafra Eco-Escolas de Cantanhede hastearam a Bandeira Verde



A pretexto do World Day of Action, iniciativa que decorreu de 6 a 10 de novembro e que tem como finalidade dar visibilidade ao trabalho que as Eco-Escolas realizam em prol das comunidades onde estão inseridas, os estabelecimentos de ensino do Município de Cantanhede distinguidos com esse estatuto hastearam a Bandeira Verde no dia 7 de novembro.
Recorde-se que, à semelhança de anos anteriores, o concelho destacou-se pelas 17 Eco-Escolas de diversos níveis escolares galardoadas em função dos projetos de educação ambiental que desenvolveram. A autarquia cantanhedense recebeu, novamente, o certificado “Município Parceiro Eco-Escolas 2017”, como reconhecimento por ter colaborado na elaboração das candidaturas e no desenvolvimento das atividades de cada um dos estabelecimentos de ensino, além de que atribuiu aos agrupamentos de escolas um subsídio para o efeito, assegurou suporte técnico e logístico e proporcionou a todos os alunos envolvidos uma viagem de estudo com incidência em temas relacionados com questões ambientais.
Por ocasião do hastear das Bandeiras, o vice-presidente e vereador responsável pelos pelouros da Educação e do Ambiente, Pedro Cardoso, referiu que o ato «simboliza o compromisso da comunidade escolar em continuar este importante trabalho de educação ambiental e até mesmo de educação para a cidadania, pois implica que sejam mais interventivos, críticos, responsáveis”. O autarca afirmou também que “este programa é uma forma de induzir estratégias de intervenção na comunidade, baseadas na identificação de problemas e na busca de soluções que visem um dia-a-dia mais sustentável».
Para Pedro Cardoso, «este gesto simbólico é uma forma de reconhecimento aos alunos, professores, técnicos auxiliares, pais e encarregados de educação, no fundo a todos os intervenientes nesta iniciativa, pelo empenho na implementação de ações sobre a defesa do ambiente e do desenvolvimento sustentável, dando a melhor resposta possível a este grande desafio que hoje se coloca a todos quantos estão envolvidos no processo educativo».
No âmbito do World Day of Action, repetiu-se o hastear da Bandeira Verde em todas as Eco-escolas do concelho, com a participação dos alunos, professores, educadores, técnicos auxiliares, bem como de representantes das respetivas juntas de freguesia, direção dos agrupamentos de escolas e associações de pais. Do Agrupamento de Escolas Lima-de-Faria, o símbolo foi içado na EB1 Balsas, EB1/JI Febres, EB1 Covões, EB1 Corticeiro de Cima, JI do Corticeiro de Cima, EB1/JI de Vilamar, EB1/JI de S. Caetano, EB 2,3 Carlos de Oliveira, Febres e Escola Secundária Lima de Faria – Cantanhede. Acrescentando ainda que o Agrupamento foi também distinguido pelo 3.º ano consecutivo como Eco-Agrupamento.
Já no Agrupamento de Escolas Gândara-Mar foram hasteadas bandeiras na EB1/JI da Tocha, EB2,3 João Garcia Bacelar, EB1/JI Sanguinheira e EB1 da Gesteira. Será importante destacar que o Agrupamento de Escolas Gândara-Mar foi distinguido pela 1.ª vez como Eco-Agrupamento.
Relativamente ao Agrupamento de Escolas Marquês de Marialva (Cantanhede), o acontecimento teve lugar na EB1/JI de Cantanhede-Sul.
Foram também distinguidas com este galardão o Centro de Estudos Educativos de Ançã, a PRODECO – Centro Social de Covões e a Escola Técnico Profissional de Cantanhede. A este propósito será importante destacar o 2.º lugar da Escola Técnico Profissional de Cantanhede no concurso Poster Eco-código on-line.
Ainda no âmbito do “Global Action Days”, a Rede de Bibliotecas de Cantanhede dinamizou 8 sessões de animação pedagógica por diversas Eco-escolas do Concelho, sob o tema “O Planeta Limpo” de Filipe Pinto, abrangendo 940 crianças de educação pré-escolar e do 1º CEB.

Galardões “Bandeiras Verdes 2017” foram atribuídos em Mafra
As insígnias foram entregues no decurso da Gala das Bandeiras Verdes Eco-escolas, evento que decorreu em Mafra, a 27 de setembro, com a presença de representantes das diversas comunidades educativas que participaram no programa.
Os 17 estabelecimentos escolares do Município de Cantanhede envolvidos no Programa Eco-Escolas acabam de ser distinguidos com a Bandeira Verde atribuída pela Associação Bandeira Azul da Europa.

Inspirado nos princípios da Agenda 21 local, o Eco-Escolas é um programa internacional que visa promover a participação das crianças e jovens na tomada de decisões relacionadas com o ambiente, envolvendo-os assim na construção de uma comunidade mais sustentável. 

Câmara Municipal de Carregal do Sal entrega flautas aos alunos do 1.º Ano





No âmbito das Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC), Ensino da Música, a Câmara Municipal de Carregal do Sal fez a entrega simbólica das flautas de bisel aos alunos do 1.º ano de escolaridade da Escola Básica Nuno Álvares e da Escola Básica Aristides de Sousa Mendes. Na Escola Básica Nuno Álvares, a entrega teve lugar no dia 13 de novembro e, para além das professoras titulares de turma e dos docentes da AEC de Ensino da Música, contou com a presença do Sr. Vice-presidente da Câmara Municipal, José Sousa Batista, do Dr. Luís Nunes em representação do CMAD e do coordenador da AEC Ensino da música, Professor Pedro Carvalho. Na Escola Básica Aristides de Sousa Mendes, a entrega das flautas aconteceu no dia 14 de novembro.
Antes da entrega das flautas, os alunos interpretaram duas canções que têm vindo a ser trabalhadas. 
O senhor Vice-presidente da Câmara, dirigindo-se aos alunos, fez votos para que o ano letivo decorra bem e, relativamente à flauta, lançou o repto para que já possam fazer uma apresentação pública nas Audições da Páscoa, previstas para os dias 15 e 16 de março de 2018.

UCC Nisa assinala Dia Mundial da Diabetes

A Unidade de Cuidados na Comunidade de Nisa em parceria com  a Câmara Municipal de Nisa, assinalaram o dia Mundial da Diabetes, com a exposição de chavões informativos, no placar eletrónico existente na Praça da Republica em Nisa.  Sendo uma atividade que tinha como publico alvo a comunidade do concelho de Nisa, foram distribuídos  folhetos informativos sobre " Diabetes e avaliação de risco" nos Lares, juntas de freguesias, Câmara, locais de atendimento publico, Sala de espera do Centro de Saúde  e no Agrupamento de Escolas de Nisa tendo  neste último sido organizado um  almoço partilhado com uma turma de alunos do 3º ciclo.

Pretendia-se com esta atividade  sensibilizar a população para os fatores de risco da Diabetes, apelar à mudança de comportamentos e promover hábitos de vida saudáveis.

ULSNA

Veja as Fotos  in   http://www.ulsna.min-saude.pt/noticias/ucc-nisa-assinala-dia-mundial-da-diabetes/

XII Encontro de Diabéticos de Arronches

No âmbito da comemoração do Dia Mundial da Diabetes, o Centro de Saúde de Arronches, promoveu o "XII Encontro de Diabéticos de Arronches,  este ano sob a temática "Mulheres e Diabetes: nosso direito a um futuro saudável ".

Este encontro iniciou-se com a avaliação da glicémia capilar aos 24 participantes, tendo  sido registado apenas 1 participante  com o valor fora dos limites normais, o qual  foi encaminhado para uma consulta do Médico de Família.

Foi igualmente desenvolvida uma ação de sensibilização que visava o papel da mulher como educadora e promotora na prevenção da diabetes na sua família a que se seguiu um momento descontraído e divertido ao som da música "Despacito" onde preletores e participantes dançaram uma coreografia, evidenciando assim a importância do exercício físico.

O encontro terminou com um lanche saudável patrocinado pela Câmara Municipal, Junta de freguesia da Assunção e com os apoios do Instituto Becel e do Museu do Pão.

ULSNA


Onde posso doar sangue em Aveiro em 2018?

Todas as formas de divulgação possíveis são bem-vindas!

UCC de Alter assinala o Dia Mundial da Diabetes com a realização de rastreios


A Unidade de Cuidados na Comunidade de Alter assinalou o Dia Mundial da Diabetes desenvolvendo várias sessões sobre "Atenção á Alimentação" nas freguesias de Seda, Chança e Cunheira, acompanhado de um rastreio de diabetes feito a todos os participantes.

Foram realizados 240 rastreios tendo sido encaminhados para atendimento pelos enfermeiros de família da Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados de Alter do Chão todos aqueles que foram considerados com rastreio positivo.

As sessões contaram com a participação da Drª Rita Moreira, nutricionista, e o rastreio de glicémias esteve a cargo da enfermeira Ana Paula Fernandes. 

Estas sessões tinham como objetivo sensibilizar os presentes para a importância da alimentação na prevenção e no tratamento da Diabetes, e a prevenção e diminuição das amputações decorrentes daquela doença.

ULSNA

Oportunidades de negócios na Índia

Na próxima Segunda-feira, 20 de Novembro, vai decorrer, em Portimão, um seminário sobre as oportunidades de negócios e investimentos na Índia. Esta é uma iniciativa promovida pela Embaixada da Índia, com o apoio da Câmara Municipal de Portimão.
Este seminário que se destina a empresários, instituições e profissionais com interesse em negócios na Índia terá lugar no Salão Nobre dos Paços do Concelho, entre as 9h30 e as 15h30 e contará com a participação da embaixadora da Índia, K. Nandini Singla e da presidente da Câmara Municipal de Portimão, Isilda Gomes bem como representantes do Estado Indiano de Madhya Pradesh e da Confederação da Indústria Indiana (CII), que farão apresentações sobre oportunidades para os empresários portugueses, e especialistas profissionais em questões legais e tributárias que responderão a perguntas e consultas específicas.
Após o almoço haverá também lugar para reuniões individuais com a Confederação da Indústria Indiana (CII), o Governo da Madhya Pradesh e especialistas profissionais sobre questões legais e tributárias.
A participação é gratuita, mas sujeita a inscrição prévia através do email: mktasst.lisbon@mea.gov.inou através do telefone 213020728 até ao dia 17 de Novembro.
Fonte: O Algarve Económico

Onde posso doar sangue em Aveiro em 2018?

Todas as formas de divulgação 

possíveis são bem-vindas!